Logo Veteran Car Joinville
placa preta
banner veteran

Clube expõe relíquias automotivas     
Mostra de carros antigos vai até dia 28

O Veteran Car Club de Joinville Promove a 2ª Mostra de Veículos Antigos , no Shopping Americanas, até o dia 28 deste mês. O evento reúne 35 carros e caminhonetes e 8 motos e lambretas. "Sabemos que as pessoas gostam muito de apreciar esse tipo de exposição e, como a primeira foi um sucesso, resolvemos repetir", afirma o diretor de patrimônio da entidade Gilmar Gonçalves, que deixou no local 2 automóveis.
As relíquias são de joinvilenses que têm por hobby, cuidar de um carro antigo, que também faz parte da história do Brasil e do mundo. É uma legria poder mostrar um pouco da cultura do país através desses carros, fala Gonçalves. Os que já prestigiaram se emocionaram. "É uma coisa linda, material bom, lataria boa", diz o aposentado Daniel Franzoi, que sempre quis ter uma carro igual ao alemão Opel Olympia(foto a esquerda), também exposto. Conta que apenas teve um Fusca 1972.
O Opel Olympia invejado por Franzoi é de Gonçalves e foi produzido em 1939. "Era utilizado na guerra e era muito evoluído para aquela época", informa o proprietário. Esse veículo tem 4 cilindros, com potência de 36 cavalos, e uma curiosidade é que, ao contrário de outros meios de transporte da década de 30, não tinha manivela de acionamento. Além disso as duas portas traseiras abriam em sentido contrário - para trás -, com a finalidade de não atrapalhar os soldados na hora de atirar.

Entidade mantém mecânicos

Outro carro do diretor Gilmar Gonçalves é o Morris Minor, de 1951, que está com ele a 20 anos. Original da Inglaterra e único em Santa Catarina, tem 800 cilindradas e potência de 26hp. "Nós mesmos mantemos o carro, inclusive a parte mecânica, pois nosso clube é composto por diversos mecânicos", relata o proprietário.

O DKW exposto no shopping é de 1966 e mostra o primeiro modelo de automóvel produzido no Brasil. Esse tipo de carro foi fabricado pela Vemag S/A Veículos e Ma'quinas Agrícolas no país em 1956. Hoje é conhecido como VKW Vemaguet e o carro da exposição é do tipo Pracinha, como foi chamado em 1965.

Uma relíquia também exposta é a moto de 1933, Ilo-Germany. Ela tem apenas 200 quilômetros rodados, pois foi trazida ao Brasil desmontada e assim ficou. O atual proprietário a comprou, montou e resolveu cuidar dela apenas como hobby.
Durante todas as noites uma equipe do Veteran está no shopping para quem quiser mais informações sobre a exposição ou sobre o clube. A visitação é gratuita, mas o público pode contribuir com alimentos não perecíveis que serão doados a uma entidade beneficente, ainda não escolhida.

Matéria Publicada no "Jornal ANoticia" - Março de 2004