Logo Veteran Car Joinville
placa preta
banner veteran

REPETECO DO PÉRIPLO ATÉ LAGES      

— MAIS UMA VIAGEM PARA GUARDAR NA MEMÓRIA –


Madrugada  de  sábado  02.08  –  após  tempestade  noturna  que  causou  sobressaltos  –  concentração  no  pórtico  da Expoville. Primeira surpresa do dia,  ‘mesa’  com farto café da manhã posta pelo sempre generoso  companheiro  Sergio Nass, na garupa de sua Blazer; regalo de todos. Ah! O Sérgio não viajou com o grupo, foi só fazer um agrado na saída.

Caravana na Rodovia do Arroz, com rápida parada,  escoamento  dos excessos  e  reforço do café,  na panificadora Bublitz em  Blumenau;  continuamos  até  Pouso  Redondo  para  parada  técnica.  Encontro  com  grupo  do  Blumenau  Autos Veteranen que aderiu ao comboio. Parada no SESC para almoço. Entrada em Lages desfilando pelas ruas até o Parque de Exposições  “Conta  Dinheiro”  com  o  tradicional  acolhimento  em  área  privilegiada  e  saudação  pelos  organizadores  do 
evento, capitaneados pelos sempre gentis e solícitos Roberto Provenzano, Sergio e Paulo Klock.

Tarde deliciosa,  temperatura alta para a época,  22º C, e tempo firme.  Momentos de  reavivação dos contatos e    várias entrevistas.  Mais um encontro  portentoso  promovido pelo  clube de  Lages, no seu segundo ano  —    mais de 700 veículos inscritos.  Muitas visitas recíprocas às preciosidades; destaque para os pilotos e mecânicos que não cansavam de contar histórias  das corridas das  quais  participara  a Berlineta do Wilson Garcia (veículo preservado e personagem “vivo” das 
histórias), emoções sem conta. E as Harleys e inspetores da PRF? Como são prestigiados e fotografados...!

Acomodação no mesmo simples e confortável hotel; jantar no Picanha na Tábua (o nome é outro atualmente), momento em que foram homenageados nossos incansáveis condutores, inspetores  Edson Roberto Pickler e Simão Edson da Cunha com  o  título  de  Associados  Beneméritos  do  Veteran  Car  Club  de  Joinville  –  momento  de  emoção,  confraternização  e afetividade.  O foguetório na praça da matriz não se repetiu  (nosso fogueteiro-mor,  infelizmente,  não pode ir nesta...), mas não faltaram as reprises verbais do inusitado fato.  A frase que mais se ouviu durante o transporte urbano na  Van que  nos  conduziu  foi  “taca-lhe  pau  Marquinhos!?”  proferida  à  exaustão  por  um  companheiro  abduzido  pela  cerveja. 

Outro companheiro, também abduzido pelo líquido dourado, insistia em repetir a história de uma  caminhonete  Nissan que teria parado no meio da pista,  na frente do Moppy num domingo de movimento..., conversa estranha..., coisa de abduzidos, mas que estava engraçado, estava. Documentos perdidos, batidas em portas erradas,  roncos intermináveis..., no final, tudo acabou bem e com muitas risadas. Sem ressalvas!

Dia  03,  após reforçado café,  retorno ao parque de exposições para  novos  momentos de apreciação e mostra de nossas preciosidades.  Temperatura aprazível.  Nova deferência pela organização aos carros  do comboio –  Puma AMV,  Berlineta Interlagos e  Karmann-Ghia foram agraciados com troféus de carros destaque. Novamente, muita festa e alegria!!!

Por volta das 12h, saída organizada, com sirenes da escolta abertas e comboio enfileirado – na fala de alguns do  grupo –“momento de arrepiar...”, com direito a muitos aplausos. Parada para almoço na Colônia do SESC. Surpresa pela gentil e carinhosa homenagem pública prestada pelo Presidente do  Blumenau Autos  Veteranen (Eurípedes) ao Veteran Car Club de  Joinville  e  Policiais  da  Escolta,  pelo  acolhimento  do  grupo  blumenauense  ao  comboio.  Estrada  de  volta,  paisagem 
exuberante,  parada  para  abastecimento  em  Pouso  Redondo.  O  Karmann-Ghia  do  Ziziu  “disse”  que  não  queria  mais continuar,  pediu “colinho”  na  plataforma do  Turco  (os  freios  aqueceram  na  descida  e  começaram  a travar). Mais  pra frente, em Pomerode,  no  tempo de espera na lanchonete,  de novo a história da caminhonete Nissan parada na pista na frente do Moppy... Plataforma meio na pista, meio no acostamento..., na grama...!? “Quando o povo diz:  ou é, ou foi, ou será...!”  O  Gordini do Edison ficou com ciúmes e quase pediu colinho também... Como a opção seria a “asa delta” e na época dele não existia esse recurso, o veterano carrinho preferiu não arriscar, tomou tento e continuou na “procissão”. 

Viagem sem incidentes e de sucesso  renovado! Gostinho de quero mais!!!! 

De  novo,  agradecimento  especial  aos  Inspetores  Simão  e  Pickler,  da  PRF,  incansáveis  na  orientação  e  cuidado  com  o grupo,  sem  os  quais  certamente  não  teríamos  a  tranquilidade  e  segurança  que  tivemos  na  viagem.  De  ressaltar,  o empenho e dedicação do Valmor, que cuidou com esmero da organização da viagem.
O  grupo,  sempre  descontraído,  animado,  alegre  e com novos integrantes,  continuou ordeiro e disciplinado! Inspirador para novas aventuras. 

Muito obrigado a todos!
Gilceo Garcia Gonçalves
Veteran Car Club de Joiville - VCJ